Livros Adultos e Infanto-juvenis

Ficção Científica, Ficção Fantástica, Terror, Suspense, Policial

 

 

 

A Escultora

 

A Escultora®

O caso do espírito errante

 

 

Compre na Amazon: ASIN: B06XFB16TY

 

A Escultora - O caso do espírito errante

 

 

 

 

“Nádia Maltês é uma jovem artista de fama internacional que descobre que suas esculturas consagradas pela mídia especializada são na verdade interpretações de cenas de crimes brutais, um instrumento onde almas atormentadas se comunicam. 

Envolvida pela descoberta de seus dons paranormais e em busca da verdade, ela caminha por entre mortos e vivos para desvendar a identidade de um serial killer obsedado por uma entidade maligna, um espírito errante que só vem ao mundo dos vivos para matar. 

Auxiliada pelo psicobiofísico Dr. Tales Eduardo Vieira, ele insere na investigação uma nova ciência esotérica, a física quântica, que tenta provar até onde tudo é ilusão, e até onde é real a realidade que nos cerca.

Ambos, passam ser prova que a psique humana é habitada por várias outras formas de vidas, vidas já vividas em outros mundos e mundos habitados por outros de nós, fantasmas de nós mesmos”

 

-------------------------------------------------------

 

"Nadia Maltês is a young internationally renowned artist who discovers that her sculptures by the specialized media are actually interpretations of scenes of brutal crimes, an instrument where tormented souls communicate.

Involved by the discovery of her paranormal gifts and in search of truth, she walks among dead and alive to unveil the identity of a serial killer obsessed by an evil entity, a wandering spirit that only comes to the world of the living to kill.

Aided by the psychobiophysicist Dr. Tales Eduardo Vieira, he inserts in the research a new esoteric science, quantum physics, which tries to prove how far everything is illusion, and how real the reality that surrounds us.

Both become proof that the human psyche is inhabited by various other forms of life, lives already lived in other worlds and worlds inhabited by others of us, ghosts of ourselves".

 

 

 

----------------------------------------------------------------------------------------- 

 O livro A escultora na mídia escrita e falada:

 

 

Entrevista com a autora na Band News fm Curitiba:

 

Clique aqui!

 

 Divulgação do lançamento 2013 no site "Blog Zazilli":

 

Clique aqui!

 

 Divulgação do lançamento no "Marian Guimaraes Blog":

 

Clique aqui!

 

 Reportagem sobre 'A Escultora - O Caso do espírito errante' no Jornal BemParaná:

 

Clique aqui!

 

 Release de lançamento de "A Escultora" hoje no Metrô News de Curitiba:

 

A Escultora no Metro Curitiba

 

 Blog Em Cartaz:

 

Clique aqui!

 

 RESENHAS:

 

Blog Cia do Leitor (Nizete):

 "O livro tem um inicio intricante, não se assuste, digo isso porque para chegar a verdadeira trama, passamos diversas vezes pelos sonhos ou delírios da protagonista, que nos confunde com a realidade. Conhecemos o passado do vilão - Tibério - mas, não sabemos o que realmente o liga a nossa mocinha, até que aos poucos você vai juntando os quebra-cabeças e sorri de satisfação. Sem dúvida foi uma forma muito sábia de nos prender a este romance sobrenatural delicioso.

Malucelli brinca com os fantasmas do passado e do presente, cria um serial Killer cruel e que tem o sádico prazer de deixar pistas apavorantes, suas vítimas são encontradas de uma forma meio... anormal, como se estivessem posando para uma foto ou escultura. Nossa autora deu cordas a imaginação e criou personagens tão reais que cheguei a sentir arrepios com as situações vivenciadas por eles.

Nádia Maltes, uma jovem, filha de ciganos e atual artista em ascensão conhecida como "escultora do pavor", suas obras tem forma de pessoas mutiladas,  deformadas, esquartejadas, com o poder de atrair e impressionar o público, transformando o terror em sucesso. 
Nádia tem uma forma igualmente estranha de criar suas esculturas, ela encontra suas inspirações baseando-se nos sonhos, alucinações ou quem sabe, realidade, acredita sonhar com vítimas sendo cruelmente assassinadas, mas, nunca vê o rosto do monstruoso assassino, e ao acordar dos devaneios encontra a escultura recém criada durante o período que esteve "ausente".

As coisas começam a sair do controle quando Nádia sente que o Serial Killer está tentando de alguma forma comunicar-se com ela, deixando de ser apenas sonhos para tornar-se seu pior pesadelo. Entidades paranormais estão fazendo contato, mas Nádia não sabe o que fazer pra salvar as vítimas do cruel assassino.

É quando somos apresentados ao policial Adamastor, Delegado Romeu e  Dr. Tales - físico quântico, este ultimo, é um enigma, pois, seus dons paranormais dá mais enfase aos acontecimentos.
Tibério - o assassino -  brinca com os três o tempo todo, dá nome e deixa pistas em suas barbáries e abusa dos dons paranormais de Nádia a ponto de envolve-la no caso.
Como prender ou matar o que já está morto? Como encontrar um espírito errante com sede de sangue e pura maldade? Terá que ler, pra saber.

Cada personagem tem seu brilho, Nádia, ao contrário das outras mocinhas, torna-se cada vez mais forte e obstinada em salvar as vitimas de Tibério.
Adamastor, é o equilíbrio, mesmo quando teme o pior. Ele nos mostra que somos simples humanos em busca da fé.
Delegado Romeu, cético a respeito de tudo, mesmo quando vê o inexplicável diante de si, mas com o decorrer da história, algumas coisas começam a mudar.
Tales, me encantei por ele desde a primeira aparição, sempre com as respostas "na ponta da língua" sempre com dois pés a frente de todos. Sem falar no seu encantador jeito de ser, moreno, alto, olhos intensamente azuis e um corpinho de causar falta de ar!!
Não esquecendo de mencionar os personagens secundários que dão corda a história, a governanta Matilde, os empregados Toni e Rosamaria; a intragável, desprezível, prepotente Maritza e seu sonso irmão Luca, donos da Galeria DeLucca e  exploradores assumidos dos serviços de Nádia.

Enfim, o livro foi  escrito em terceira pessoa, com perfeita diagramação e encontrei apenas um erro de edição. Como disse no começo da resenha, a história tem um inicio intricante e misterioso, mas com o decorrer da história você se envolve tanto com os personagens, que os sustos que leva torna-se parte da SUA realidade. Confesso que do meado para o final, já não lia apenas com o abajur ligado, precisava do quarto totalmente iluminado ou deixava pra ler no dia seguinte, à luz do dia na condução indo para o trabalho. Estava viciosamente assustada.
Quem gosta de bons sustos e um clima hitchcockiano, indico este magnífico livro.

Boa Leitura
Parabéns Marcia Ribeiro Malucelli".
 
----------------------------------------------------------------------

 

Cia do Leitor